Adbox

O casamenteiro de Fartura

LightBlog

Se você é um solteiro que já desistiu de encontrar uma parceira(o) para montar o seu “lar doce lar”, não se desespere. Ainda há uma esperança. Eu tenho a solução para o seu caso e o daquela moça casadoira que não pretende passar o resto da vida sendo chamada de “titia”. Santo Antonio, o casamenteiro, existe, está aqui em Fartura e já realizou verdadeiros milagres, como acabo de descobrir.

O caminho mais curto para encontrar um grande amor e casar na igreja de terno e gravata ou véu e grinalda, é só fazer um estágio no famoso Big Bar, vizinho do outrora badalado e infelizmente desativado Cine Casino, onde tantos romances começaram. Depois que a dupla Adelino e Sebastião assumiu a direção do Big Bar, há nove anos, os milagres começaram a acontecer. Já são quatro casamentos realizados e um em vistas de se concretizar, envolvendo duas moças e três rapazes, uma média excelente. Pela minha matemática, dá um casamento a cada dois anos e um outro, já encaminhado, em um ano.

Descobri o milagre ao perguntar no Big Bar se não havia champanhe para os amigos, depois do casamento de mais um funcionário, o José Batista Gianetti. Respondeu-me o considerado “Seo” Adelino que não era caso para comemoração porque já estavam acostumados. Contou-me que ele e o sempre atento Tião, seu genro, já conseguiram casar duas moças e dois rapazes, funcionários do Big Bar, e já têm outro enlace encaminhado, o do Mairton.

Nestas condições, então, eu sugiro às pessoas que se sentem encalhadas que tentem conseguir um emprego, mesmo que temporário, no Big Bar. Se deu certo com quatro funcionários e um quinto está encaminhado, é possível que você encontre ali a sua última oportunidade. Agora, por favor, não me perguntem porque o famoso ET continua solteiro até hoje, mesmo trabalhando há tanto tempo no Big Bar.

Fazer milagre não é difícil, só que o impossível demora um pouco mais, não é mesmo?

(Fartura/SP – 15/07/91)

0 Comentário(s):

    Ainda não há comentários.