Adbox

Pensamento da semana

LightBlog

“Há tantos burros mandando em homens de inteligência que, às vezes, fico pensando se a burrice não é uma ciência.”

Autor: Rui Barbosa
Eu briguei com o santo
Amizade, sexta-feira, dia 29/10, eu dei um chega pra lá no Santo Expedito. Mandei ele fazer milagres em outra freguesia. Fazia tempo que eu vinha pedindo pro santo me ajudar a conseguir um emprego. Qualquer emprego, com um salário decente.
Um ano e meio depois das minhas preces, nada! E olha que trabalhei muito em prol de Santo Expedito, quando nem precisava da ajuda dele. Cheguei a distribuir uns 10 mil santinhos desse guerreiro milagroso para ajudar parentes e amigos agradecidos a cumprirem suas promessas depois que seus pedidos foram atendidos por ele. A pedido dos penitentes, deixei santinhos de Santo Expedito nas igrejas de Santa Ifigênia, Colégios de São Bento, Coração de Jesus e Dom Bosco e na Catedral da Sé. Parece que pra eles funcionou, porque todos continuam agradecidos ao santo e a mim até este momento.
Hoje, todo esse esforço veio à minha mente ao avistar, na minha sala, diante da capelinha de madeira que eu mesmo construí, uma vela acesa pela Maria do Carmo, a Carminha, primeira e única dama do meu barraco. Aí, achei que era hora de tomar uma atitude mais drástica. Diante daquela pequena chama, concluí que não tinha que brigar com o santo só porque o emprego que tanto procuro ainda não apareceu. Eu precisava deixar de ser egoísta e voltar a pedir uma nova graça, que pudesse trazer felicidade para todas as pessoas que vivem à minha volta.
Fiz uma nova prece, pedindo que as urnas deste domingo consagrem um guerreiro, como o próprio Santo Expedito, ou o meu padroeiro, São Sebastião.
Amizade, eu disse guerreiro...
OBS: Qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas, terá sido mera coincidência.

Sizemar Silva em 30/10/2010

0 Comentário(s):

    Ainda não há comentários.