Adbox

Tem um futriqueiro de plantão

LightBlog

        Amizade, vivo hoje um momento de grande satisfação, porque tive a procurada confirmação, de que tenho sido vítima de uma grande traição.

Acabo de descobrir que gente bem íntima, de convívio diário, apresentou de mim para terceiros, a imagem de que não passo de um salafrário.

Mentiu sobre minhas intenções, deturpou minhas opiniões, pensando somente em levar alguma vantagem, pois quem age assim é pessoa sem coragem.
 
Opiniões que não expressei, palavras que nunca pronunciei, seja lá fora ou aqui dentro, são responsáveis por esse desagradável contratempo.
 
Só que o futriqueiro fez uma grande bobagem, pois em vez de me intrigar com meus bons amigos, falou mal de mim para alguns poucos e conhecidos inimigos.
 
Esta é a razão das caras feias e comportamentos agressivos, de pessoas que pareciam civilizadas, mas que não escondem de mim um ódio possessivo e destrutivo.
 
Agora que consegui pegar o mal pela raiz, confesso que me sinto bastante feliz, pois posso neutralizar a ação do intrigante, a qualquer instante.
 
Lamento apenas o comportamento dos que me acusam de julgamento precipitado e já decretaram que sou culpado, sem nenhum mal lhes ter causado.
 
        Quem se deixa levar pela primeira impressão ou acredita em puxa saco de plantão, certamente esta sendo motivado por alguma má intenção.
 
Mesmo assim, a vida vou levando e dos desafetos continuo gozando, porque, se não há bem que sempre dure, também não há mal que nunca acabe.
 
Não é verdade, amizade?
 
Fartura, 04/12/1992 

Obs: Qualquer semelhança com fatos atuais ou pessoas vivas não terá sido mera coincidência

0 Comentário(s):

    Ainda não há comentários.